Novidades

Saúde Criança lança ação Proteja Nossas Vidas – Pelo Fim da Exploração Sexual infanto-juvenil.

A associação divulgou dados sobre a causa e usou a hashtag #pelofimdaexploracaoinfantil em suas redes sociais para alertar a população

Dia 18 de Maio é o Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Em apoio a causa, Saúde Criança lançou a ação Proteja Nossas Vidas – Pelo Fim da Exploração Sexual, no intuito de mobilizar e levantar debates acerca da violência sexual contra crianças e adolescentes. Durante o dia, estaremos divulgando nas redes sociais os números relacionados à campanha, com a hashtag #pelofimdaexploracaoinfantil.

A “naturalização” e a ausência de denúncias dos casos são fatores que contribuem para que o Brasil seja o segundo país latino-americano com os maiores índices de violência sexual infanto-juvenil.

Segundo a campanha Números, promovida pelo Instituto Liberta, a disponibilização de dados sobre o tema tem o intuito de propor um “choque de consciência na população”. O conhecimento sobre os números garante um alerta à população, além de aumentar o debate em politicas públicas e a pressão para que medidas sejam tomadas.

A data

A data simboliza a mobilização contra a violência sexual, devido ao acontecimento do dia 18 de Maio de 1973, em Vitória (ES), em que uma menina de apenas oito anos de idade foi morta brutalmente, com marcas de violência sexual.

Ainda que os suspeitos não tenham sido condenados, a data tornou-se referência para a luta contra exploração e violência sexual no Brasil. Os direitos sexuais de crianças e adolescentes devem ser garantidos, principalmente o direito de viverem livres de violência de qualquer natureza e para que tenham um crescimento e desenvolvimento sexual de forma segura e com proteção.

Fonte: Instituto Liberta – Juntos no enfrentamento da exploração sexual de crianças e adolescentes.