Novidades

Saúde Criança é eleita uma das ONGs mais influentes do mundo

O Saúde Criança iniciou o ano com uma ótima notícia: a entidade suíça Global Geneva, antiga The Global Journal, publicou no dia 25 de janeiro de 2015, um ranking das 500 organizações não-governamentais mais relevantes no mundo e a Associação Saúde Criança está na 21ª posição e mantendo-se como a primeira na América Latina.

O Saúde Criança iniciou o ano com uma ótima notícia: a entidade suíça Global Geneva, antiga The Global Journal, publicou no dia 25 de janeiro de 2015, um ranking das 500 organizações não-governamentais mais relevantes no mundo e a Associação Saúde Criança está na 21ª posição e mantendo-se como a primeira na América Latina. “Nós estamos muito felizes com mais este reconhecimento e porque conquistamos posições em relação aos anos anteriores” disse Cristiana Velloso, diretora Executiva do Saúde Criança.

O primeiro lugar foi para a organização social Médicos Sem Fronteira. O segundo para Brac, de Bangladesh, seguida pelo Conselho de Refugiados da Dinamarca e pelo Grameen Bank, também de Bangladesh. O Acumen Fund (EUA) vem na quinta posição.

As outras ONGs brasileiras incluídas na lista foram a Viva Rio na 57ª posição, seguida pelo Instituto da Criança, em 84º lugar, e Centro de Inclusão Digital, na 94ª posição.

Para o estabelecimento da lista a Global Geneva mediu o impacto e a influência que as entidades não-governamentais têm, e até que ponto conseguem mobilizar recursos para  uma causa. Para isto, ela baseou-se em três critérios, considerados essenciais no trabalho desenvolvido por uma organização social: impacto, inovação e sustentabilidade.

Em 2013, o Saúde Criança apareceu em 45º lugar entre as 100 ONGs apontadas pela revista The Global Journal e, em 2012, em 38º, além de ser eleita, por dois anos consecutivos, a melhor ONG da América da Latina.